terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Palavra

Uma onda de palavras que se derrama na areia dos meus pensamentos
Sentimentos infantis, uma alegria sem fim
Verbos conjugados em todos os tempos
Combinações de sílabas bailarinas que no teclado se abraçam e dançam
Sonhos reais a construir fantasias
Brincadeiras sérias para tornar a vida divertida em rimas e prosas
Sonetos, canções e muita poesia...
Combinações as vezes ousadas, rascunhos de felicidade
Mesmo quando as frases choram e os verbos descrevem a dor
São felizes na existencia simplesmente nos contornos que pintam as linhas virtuais
Na concepção da mente imaginativa
Na impressão, na lembrança que a palavra proferida
Vai buscar vida na boca do estranho que a leva...
E depois pensa que a despreza no vento
Que propaga e eterniza a palavra.

domingo, 25 de janeiro de 2009

O que eu sei

Nos seus olhos enxergo o melhor da vida
Nos seus braços sinto o melhor do amor
Nos seus lábios provo o melhor sabor
No seu sorriso ouço o melhor som

Na sua companhia descubro a melhor diversão
Na sua presença, brilha toda minha luz
Nas linhas que meu teclado digita encontro as melhores estórias
Nas suas caricias o melhor tesão
Amor, sentimento doce
Saudade uma fome sem fim
De você meu anjo, meu amado
Por você meu querido, toda minha inspiração.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Despedidas

Outra vez partida, sem abraço, sem despedida
Encontro adiado, saudade no peito
Vontade na alma
Outra vez ausência marcada
E beijo previsto, depende do visto
Depende do outro, alguém...
Que necessita, aflita
Sua atenção.
Outra vez a espera, a ligação, o balcão
O saguão.
Outra vez meu coração a suspirar
Desejar e sonhar.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

San

Quando pensavamos perdidos
Os laços, as lembranças, os sorrisos
Eis que são reforçados
No acaso virtual da procura despretensiosa
E descobrimos que foi ontem a última palavra solta nos anos
Que esse espaço de tempo, nada significou.
Apenas uma pequena espera para pessoas que se querem bem
Ainda ouvia sua risada escancarada e ria sozinha de todas as brincadeiras passadas
Quem pode acreditar que mais de 20 anos se passaram?
Escolhemos caminhos que por momentos nos fizeram andar separadas, ainda que paralelas
Mas na bifurcação do tempo, o estreitar nos levou a mesma ponte
Podemos nos felicitar, partilhar e saborear as doces memórias da infância
E desfrutar a maturidade com bagagens distintas reais.
Foi apenas um lapso no tempo...
Seja bem vinda a minha vida amiga!

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.