quarta-feira, 2 de junho de 2010

Internet

Ai que medo do teclado!
Puxa meu dedo de lado
Salta letrinhas na telinha
E conta estórias como quem conta verdades
Pula de lá para cá juntando sílabas
Num bailado cadenciado
Tônicas, ditongos, oxítonas, paroxítonas...
Nem se importa com essa tal regra gramatical
Que sintaxe que nada, samba pelada
Entre vírgulas e pontos
Se agarra a exclamação, zomba da interrogação
Só que quer saber de dizer
O que vai nas entrelinhas do saber
Que emociona quando escorre livre nas linhas imaginárias
Das páginas brancas, das telas magnetizadas
Minha nossa quanta loucura...
Desenhando nas mentes desprevenidas
Palavras distorcidas da nova realidade
Virtual, cibernética, atual.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.