segunda-feira, 25 de maio de 2009

Acredite

A hora é agora,
O tempo é hoje,
A vida esta
Faça hoje tudo o que puder para viver feliz
Peça desculpas, tome a iniciativa,
Derrube as barreiras, construa pontes,
Telefone, mande aquele e-mail,
Chame no MSN, ligue do skype,
Faça-se presente
Dê presentes,
Dê amor de qualidade,
Dê alegrias
Mate as saudades
Reveja as fotos,
Os amigos, os parentes,
Aquele lugar especial que vc queria tanto voltar ou conhecer
Agora é a hora,
Dê o que vc não usa mais,
Dõe seu tempo, seu dinheiro e sua vontade
Para causas realmente importantes,
Dê exemplos principalmente,
Dê flores e sorrisos
Deixe bilhetes e lembretes,
Ame-se, ame a tudo e todos
Entregue-se...
Viva a vida, cada momento,
Todos os momentos,
Faça acontecer,
Com coragem,
Com verdade,
Com liberdade.
Seja muito feliz.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Momento

Momentos de silêncio e distanciamento
Uma necessidade de recolhimento
E reconhecimento...
Momentos de introspecção, de pulsar internamente
Um bombar ritmado e continuo
Um vácuo e de novo silêncio
Momento sem luz, sem medo, vazio
Momento meu, ou do eu, ou de nada
Momento presente
Pensativo, reflexivo
Momento de plantação
De caminhos e escolhas
Momento de ficar, de olhar, de sentir
Momento sem movimento
Apenas momento, instante de vida e morte.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Além dos limites

Hoje percebi que ultrapassei o limite dentro de mim
Aquele fio tenue que me impedia de ver a mim mesma
Foi o que passou, da infância até ontem
Foram as marcas de todas as lágrimas pelo chão
Os risos gravados no coração
E o medo que guardava tudo, como se guarda o oxigênio dentro do balão
Depois da ponte de todos os desenganos eu vi
Que todo peso carregado ficou do outro lado
Hoje mais livre, acredito mais no que sinto e menos no que penso
E vivo, cada vontade, cada desejo
Com toda coragem num misterioso escorregar entre nuvens
Ultrapassei minhas crenças negativas
Despi-me das minhas prórpias criaturas
Apenas para enxergar no espelho da minha alma
O Eu sem forma atemporal
Hoje descobri que estou além de mim
E sou além de tudo
E vou dona do mundo
Da realidade que crio
De tudo que semeio
A colheita que enche o cesto
Que transborda em ondas
Que afoga o passado
Que fertiliza o sonho.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Mãe

Mãe
Desejo que me deu vida
Carinho, respeito e coragem
Virtudes que moldaram o que sou
Fraquezas que me deram a compreensão e a aceitação
De que mesmo deusas como são as mães
Tem seus momentos de humanidade
Mãe
Coluna e caminho
Ponte para a realização de sonhos
Alegrias sortidas em domingos de macarronada
Ou no simples café da tarde
Mãe
Lembranças e marcas
Gravadas na alma e na vida
Guardadas nas fotos e nas falas
Que ecoam em minha mente
Mãe
Ontem sua filha, hoje mãe também
Obrigado por tudo
Eu te amo muito.

Identidade

Contemplo os vales em vestes rústicas
O horizonte se derrama em colinas além do alcance dos meus olhos
O vento castiga meu corpo e meus cabelos são como cavalos soltos
Estou só, mas você está em mim...
A jornada é longa, mas sei que vou te encontrar
Muitas vidas nos separam, mas seu rastro é luminoso
Vou atravessar dimensões paralelas para ir ao seu encontro
Vou ser ele e ela
Vou ser pai, mãe, filho e filha
Vou viver muitas vidas nesta busca
Mas esta primeira sensação da imagem sobre o vale
Está colada em mim...
Assim como o amor que nos uniu no primeiro raio de sol
Que selou nossas vidas no beijo eterno de nossas almas
Vou atravessar os séculos seguindo sua digital espiritual
Meu caminho é o seu caminho
Minha vida é a sua vida
Porque eu sou você e você sou eu

terça-feira, 5 de maio de 2009

Espera

Espera silenciosa e prateada
Vertiginosa e aflita
Da volta, da recuperação
Espera do melhor momento
Do pequeno gesto
Da busca completa
Espera da virtude suprema
Do ato sublime
Da coragem perdida
Espera do amor eterno
Da vida plena
Do desejo atendido
Espera da janela aberta
Do caminho livre
Da descoberta verdadeira
Espera do tempo que se perde
Da vontade que apressa
Do vento que traz
Espera que recomeça a cada fim
Que muda a cada nota
Que fica a cada passo
Espera sem fim
De algo sem forma
Sútil e mágico
Apenas espera
Constante, confiante
Espera

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.