sábado, 23 de fevereiro de 2008

Partida

Eu devia deixar vc partir
Mas como permitir sem que vc leve parte de mim
Como a abelha que morre ao picar
Quero te libertar, mas isso significa me escravizar
Por uma saudade... uma falta sem fim
Como lidar com essa separação
De tudo que fui ou pensei ser
Como me encarar de novo
Na frente do espelho e descobrir
Que já não sou
Que não estou
Apesar de saber o que é melhor
A coragem foge e a vontade é uma só
Fazer vc ficar
Na minha vida, nos meus planos, nos meus sonhos
Egoísta?!
Mas verdadeiro...
Enquanto me preparo para te soltar
Vamos saltar desse penhasco de mãos dadas
Vamos nos deixar abraçar por esses ventos
Talvez eles nos separem
Talvez nos aproximem
Quem pode saber?
Vamos apenas assim, de mãos dadas...
Vamos voar.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.