quinta-feira, 5 de junho de 2008

Deixa ser

Me deixa ser a luz que te acorda todas as manhãs
E a alegria que brota em vc do nada
Me deixa ser o sorriso que enfeita seu rosto
E o perfume do chá fervendo no fogo
Me deixa estar na estante de livros
No porta retrato cheio de pó
Me deixa mesmo que seja guardada
No baú das lembranças
Na gaveta trancada
Me deixa estar com vc
Mesmo que seja no passado esquecido
Mas ainda tingido
Na memória do amor
Me deixa assim na felicidade
Da verdadeira saudade
Do amor que vivi
Me deixa enfeitar seu olhar
Com borboletas a voar
E ser o som das crianças a brincar
Me deixa estar, ser e brilhar
Na vontade maior de continuar...

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.