domingo, 5 de outubro de 2008

O que vai além

Ando pela rua e minha alma transborda
Cascatas de flores jorram continuas por minha coroa
Quem tiver olhos que veja
São ondas de cores que beijam os seres que passam
É na luz que penetro seu ser
E enxergo a vida que te foge nos passos apressados
Eu amo e compreendo
No silêncio da alma que sofre o caminho perdido
Que seu limite é o mundo
Que sua dor é o aqui e agora
Que sua esperança vc compra na vitrine da loja
Que o tempo passa sem deixar marcas
Por que as marcas são feridas que vc quer esquecer
Eu agradeço vc existir
Para eu poder saber
Que viver é aqui
Que sentir é aqui
Que pensar é aqui
Que desejar é a roda
Que agir é a coluna
Que estar é ir além
Caminho todos os dias
Porque o homem criou prisões para si
Criou limites
Criou escolhas
Mas aqui dentro de mim
Há um ser livre, que vai além desse existir
Que não precisa das ruas ou calçadas
O ar é sua estrada
Querer é seu limite
Que o divino em mim abençoe vc
Vc que me lê
Vc que me ouve
Vc que vive comigo
Vc que só me conhece por aqui
Benção e luz penetrem seu ser
Sua alma e transbordem de ti.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.