quarta-feira, 23 de abril de 2008

Quando o fim é o começo

Chega de lutar
Só tenho lágrimas para chorar
Agora quero a paz dentro de mim
Sozinha sim, solitária nunca
Apenas quero ser
Ainda que sem títulos
Sem cargos ou poder
Quero ser minha própria luz
E seguir adiante
Confiante que minha parte eu fiz
Não posso mudar o mundo
Tão pouco você
Mas posso mudar o rumo
Da dor que quer me surpreender
Posso partir agora
Escolher minhas próprias estradas
O que quero é isso aqui
Deixar meu legado
Emoções que sou capaz de traduzir
Sentimentos que entrego
A todo coração disposto
A toda gente contente
Que queira verdadeiramente sorrir
Sorrir de si mesmo
Sorrir de alegria
Sorrir de ver
Enxergar a beleza da vida
A grandeza do amor
A sutileza da união
Ouvir
Mais que palavras a emoção
Mais que a música a alma
Tocar
Mais pra sentir do que ser sentido
Mais pra confortar que agredir
Apenas ser
Completo e sereno
Pleno
Sem medo, sem culpa
Vivo e sábio.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.