quarta-feira, 23 de agosto de 2006

??????

Infinita distância que quando tenho a sensação de te alcançar, te arrebata ao eterno começar.
O que será?
Essa força que parece maligna a nos corromper a alma e enfurecer o coração.
O que será?
Esse fel nas palavras, as atitudes bruscas, a solidão partilhada.
O que será?
Tudo é tão confuso e nos afasta, nos cega, nos engana.
O que será?
O peito esta amargurado e oprimido neste ato louco.
O que será?
Pensamentos perdidos, dor sufocam meu ser, me perco nos sonhos que construí como labirintos.
O que será?
Sentimento... Só o sentimento!
O que será?
Vazio e silencioso no barulho extenso e agudo, disperso
O que será?
Onde andará você Paz?
Espero de ti não ter me perdido, espero encontrá-la
Dizer da angustia...
Do medo...
Tempo ilusão
Daqueles que se perderam da essência
Tormenta...
Situação
Eu
Verdade

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.