terça-feira, 22 de agosto de 2006

Flor em botão

Como posso desistir do seu amor?

Que como um sol, um botão fez brotar

E só o seu calor e sua luz, vão me fazer desabrochar.

Me abrir pra vida

Colorir e perfumar

Os caminhos dos meus sonhos

Primavera vou estar.

Ser flor rara

No jardim das alegrias

Para amparar suas triztezas.

Como posso desistir de me tornar uma flor?

Agora que estou botão no jardim do amor

E só necessito do seu calor

Quero me abrir

Quero perfurmar

Quero colorir

Pelo tempo que a natureza me deixar

Sou botão no seu jardim

Cuida de mim

Deixa eu ser a flor

Que vai te mostrar

A cor do amor

O perfume da vida

A textura da ternura...

Sou botão agora

Mas já é tempo de desabrochar

Ilumina agora

Minhas raizes pra eu crescer

E encarar

O ar que me toma

E com força quer me arrancar

Deixa eu ser sua flor

Agora que sua luz

Num botão me transformou.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.