domingo, 20 de agosto de 2006

O Bosque

Um bosque, folhas ao chão
Um canteiro, uma rosa
Um beijo, um segredo
Um banco, um homem, um livro na mão.

Metade história contada
A outra páginas em branco
Uma visão, silêncio, expectativa
Pessoas que passaram, ficaram e que virão
A sua vida no banco, no bosque, no livro.

Amores ou paixões juntos e separados
No bosque, no banco, no livro
Alguns nomes, algumas faces, algumas vozes
Lugares onde passei, onde não fui, onde fiquei
Marcas na alma, no coração e na mente
No banco, no bosque, no livro.

Ainda sinto a juventude, mas vejo no espelho o tempo que chega
O vigor me acompanha, mas o cansaço me convida...
No livro, no banco, no bosque
Verdades fui deixando pelo bosque
Mentiras escrevi algumas no livro

Saudades sinto agora no banco
Sinto frio, me gela a alma
Mas o sol aquece o bosque
No banco sentado, só eu.

Sinto calor vejo a neve, que cobre o bosque
Meu coração me aquece
Te procuro no banco, no livro, no bosque.

Milene Gonçalves.

Quem sou eu

Minha foto

Nasci e cresci em São Paulo, morei em SBC, SMP, Osasco, Barra Funda e Vila Madalena. Estudei no Heckel Tavares, Architiclino Santos e na FIAM. Trabalhei na AMESP, ITD Trasnportes, Masul S/A, Editora Azul, Prodomo, ECT, Ogilvy & Mather, Ipê Clube, SGS do Brasil, Envolverde e Galáxia Projetos de Comunicação.